9 de abr de 2009

O caminho da transmutação


A humanidade evolui lentamente. Aparentemente, somos muito diferentes de nossos antepassados, desenvolvemos novas regras e padrões de vida. Mas sob a superfície, nós nos debatemos com os mesmos problemas. As pessoas ainda se deixam guiar pela ganância, pela luxúria, pela sede de poder, pelo medo da morte. O homem primitivo está vivo e bem, em pleno século XXI.

Carregamos o peso de todas as questões não-resolvidas das gerações que nos antecederam. O inconsciente coletivo está literalmente transbordando. Nunca, na história da humanidade, houve tamanho caos a nível mundial. Todas as estruturas da sociedade moderna estão comprometidas, e nunca o ser humano teve que se confrontar com tamanha incerteza.

Ao mesmo tempo, nunca houve tantos portais para novas idéias, para uma expansão da consciência coletiva. O inconsciente não é apenas o repositório do lixo psíquico, mas também uma fonte de criatividade e inspiração para quem consegue navegar em suas águas.

A humanidade atravessa uma época plena de oportunidades, um período realmente raro. Todos os três planetas exteriores (Urano, Netuno e Plutão), que estão relacionados a mudanças profundas de consciência, estão transitando pelos três últimos signos do zodíaco (Capricórnio, Aquário e Peixes), indicando claramente que toda uma fase está sendo concluída, está ocorrendo um desfecho a nível mundial. Coletivamente, estamos prestes a encerrar um capítulo de nossa história.

Plutão tende a eliminar o excesso daquilo que toca, deixando apenas o que é realmente essencial. Ele destrói o que foi pré-estabelecido, para propiciar o renascimento de algo infinitamente mais valioso. Sua ação é lenta e inexorável, e ele não admite oposição.

Capricórnio, como já vimos, está relacionado com toda a estrutura da sociedade atual. Câncer envolve as questões de lar e família, e Libra as de parceria. Plutão está se preparando para uma limpeza profunda, e não é de surpreender que as pessoas estejam se sentindo inquietas.

Muitos "profetas" da Nova Era (inclusive alguns astrólogos) estão muito ocupados aumentando ainda mais esta inquietação, num comportamento típico e previsível em épocas de crise. Este, obviamente, não é o objetivo deste blog. Ele objetiva focar na infinita capacidade de recuperação do ser humano.

Se você está num estágio de evolução para isto estar ocorrendo durante sua vida, é porque você está preparado para lidar com estas questões, e já possui as ferramentas necessárias para fazê-lo. Ninguém nasce por acaso, e você está no lugar certo, na hora certa.

O momento é de olhar para dentro, procurar no seu próprio interior o que deve ser liberado, o que se deve deixar ir, o que não serve mais aos seus propósitos. À medida que abrimos mão de nossas idéias pré-concebidas, de nossos preconceitos, de nossos medos, vamos criando um espaço livre para as novas idéias, os novos conceitos, a nova estrutura de realidade.

Estamos vivendo em tempos perigosos, sim. Mas são tempos ricos em potencial, também. Se você conseguir não desperdiçar seus esforços tentando agarrar aquilo que já não contribui para seu crescimento, terá mais energia para criar aquilo com que sempre sonhou.
-------------
Você quer fazer seu mapa astral? Preencha e envie o formulário "Fale com Mara", no alto da coluna à direita, solicitando maiores informações.

2 comentários:

Laura disse...

Linda foto, e combina com o texto... São lugares assim, como este da foto, que nos lembram da paz e da esperança que há em tudo, no fim das contas... Difícil, com certeza, mas a caminhada no fim deverá ser compensadora... Assim espero.

Mara disse...

Laura, o outono (e a primavera) tem esta capacidade quase mágica de restaurar nossa esperança. E Marli tem olhos incrivelmente sensíveis e atentos para captar toda esta beleza. É uma honra poder exibir suas fotos!