24 de abr de 2009

Vou abrir a porta, pra você entrar... - o Ascendente


Imagine o zodíaco girando ao redor da Terra, num movimento contínuo. O signo Ascendente é aquele que nascia no horizonte leste no momento do seu nascimento (por isso é tão importante saber a hora exata do nascimento).

O Ascendente é o portal para o seu universo interior. É ele que "abre" o mapa, dando acesso a todas as informações. Assim, ele indica a primeira impressão que você causa nas pessoas.

Isso cria uma variedade enorme de situações, com possibilidades bem interessantes. Por exemplo, você pode ter um portal bem simples e humilde, e no entanto, uma riqueza interior muito grande. Ou, ao contrário, um portal magnífico, que promete maravilhas, e um conteúdo medíocre. Ou uma porta meio assustadora, quando na verdade você é completamente inofensivo. Ou vários cartazes de Perigo! Cão bravo! quando o que você mais quer é fazer amigos. Ou ainda você pode ser uma das poucas pessoas cujo portal é completamente fiel ao conteúdo...

Ele também age como um filtro através do qual você interpreta o mundo (imagine uma daquelas portas de tela: sua visão através dela depende da qualidade da tela, de sua cor, do espaçamento entre as fibras, etc).

O Ascendente também está relacionado com seu corpo físico e vitalidade (mas não é o único fator no mapa indicando isso).

Planetas no Ascendente, ou em aspecto com ele, podem influir em todas estas questões, assim como um vaso de flores ou uma aldrava elaborada alteram o aspecto de uma porta.

Muitas pessoas sentem dificuldade em se identificar com seu signo Ascendente (ou, até mesmo, aceitá-lo). A integração desta parte de sua personalidade é de extrema importância para sua realização pessoal, visto que toda troca de energias com o mundo exterior é feita através desta passagem.

Compreender como se manifestam os diferentes signos Ascendentes pode contribuir para ampliar sua empatia e compaixão.


Título: referência à canção Doce vampiro, de Rita Lee.
--------------
Partilhe sua experiência: Seu Ascendente está em harmonia com seu signo solar? Você se sente à vontade com sua expressão, ou ainda tem dificuldade para aceitá-lo?

--------------
Você quer fazer seu mapa astral? Preencha o formulário "Fale com Mara", no alto da coluna à direita, solicitando maiores informações.

11 comentários:

Carolina disse...

Demorei um pouco para aceitar meu ascendente (câncer), e acho que isso indica que ele não esta de forma alguma em harmonia com meu signo solar (capricórnio). Li que esses dois signos são complementares, assim talvez a dificuldade em achar um equilíbrio entre eles seja maior, pois são extremamente opostos, estou certa?
Sinto que a primeira vista eu tento manter uma posição mais firme, por ser justamente muito sensível - tento me proteger, criar um muro. Parece que existe uma briga entre ser firme demais e ser sensível demais. Eu me identifico com meu ascendente, mas ao mesmo tempo, vem aquele bloqueio. Parece uma luta...
Bem confuso... É por aí?

Mara disse...

Oi, Carol. Realmente, quando o Sol e o Ascendente estão em signos opostos é um pouquinho mais difícil harmonizar as energias, mas não impossível. Veja, Câncer é um signo de água, e Capricórnio um signo de terra, elementos que são compatíveis entre si. Como você disse, eles são signos complementares, então partilham algumas coisas em comum, como por exemplo o respeito à família. A dificuldade maior neste caso é que Capricórnio detesta demonstrar vulnerabilidade, e Câncer é ultra-sensível... A postura que você descreveu, de tentar se proteger criando um muro, é típica do Ascendente em Câncer (pense no carangueijo, que tem uma carapaça cheia de espinhos para proteger seu interior, que é bem frágil). O caminho para uma maior integração do Ascendente é compreender que esta postura é natural para você, faz parte de quem você é, e portanto visa seu maior bem. Quando paramos de combater estas energias, tudo fica bem mais fácil!

Carolina disse...

Obrigada! Posso fazer mais uma pergunta?
Eu entendo essa questão de falta de harmonia entre o ascendente x sol assim: porque eu “faço” dessa maneira, se na verdade eu sou de outra maneira. Um exemplo, porque eu falo gritando se eu sou calma. (A característica de uma pessoa calma falar não é essa, e conseqüentemente ela vai se sentir “mal” por falar desse jeito).
Sendo essa visão válida, quando o ascendente e o signo solar são o mesmo, eles ( ascendente x sol) vão estar “obrigatoriamente” em harmonia? Como se a luz entrasse toda pela mesma janela, entende? Viajei?

Mara disse...

Ok, vamos por partes: quando o Sol e o Ascendente estão no mesmo signo, a sua essência e aquilo que você mostra numa primeira impressão são a mesma coisa. Por um lado, há mais coesão, por outro, a pessoa fica mais exposta, não dispõe da proteção que o Ascendente dá para as outras pessoas, entende? Muito boa sua analogia com a luz entrando pela mesma janela.
Quanto a agir de uma maneira e na verdade ser de outra: veja, TODO o seu mapa pertence a você, inclusive o Ascendente. Ou seja, você É todo o seu mapa. O problema é que o ser humano é extremamente complexo, e às vezes há partes de nós mesmos que nós não entendemos, não aceitamos, ou sequer temos consciência que existem (e então projetamos nos outros). Fomos criados com a noção de que temos que ser totalmente coerentes (não pintar fora do desenho), mas poucas pessoas desfrutam desta coerência toda, e eu nem sei se isto é realmente desejável... Na verdade temos impulsos contraditórios o tempo todo: um lado nosso deseja companhia, o outro quer ficar sozinho. Um quer amor, o outro quer liberdade. Um quer aventura, o outro quer segurança, e assim por diante. Estes lados estão vivos e passam bem, obrigada, dentro de uma mesma pessoa! E é isso que torna o ser humano tão interessante...
No exemplo que você deu, talvez você não esteja tão calma quanto imagina, e o fato de falar mais alto seja uma maneira desta parte da sua personalidade que não está sendo reconhecida chamar a atenção: olhe, eu estou aqui, eu existo...

Carol disse...

Legal!! Entendi...
Olhe só, acho que eu estava dividindo o mapa e, querendo colocar a culpa em alguma parte dele...rs
Obrigada!

Mara disse...

Carol, esta tendência a dividir o mapa é normal, faz parte do processo de auto-conhecimento e aceitação que a astrologia proporciona. Aos poucos, vamos compreendendo que estas partes "separadas" fazem parte de um todo e não podem ser descartadas. Então, começa o esforço para desenvolver seu lado mais positivo, e superar o negativo. E este é o caminho para a cura e integração da personalidade.

Laura disse...

Que legal ter vc por aqui Carol, suas perguntas são interessantes e as respostas certamente também!

Abraços pscianos! ;o)

Laura disse...

Meu ascendente é Touro, e acho que me sinto bem confortável com isso... Fico feliz mesmo, e reconheço minhas "qualidades e defeitos taurinos", rsrs...

Mas então, antes de as pessoas me verem como uma mísitca sonhadora pisciana, me veem como uma teimosa e "acomodada" taurina?

Mara disse...

Laura, realmente, a conversa tem sido interessante... Quanto ao Ascendente, é o que as pessoas percebem primeiro em você, só depois elas vão conhecer seu Sol. Quanto aos adjetivos que você escolheu, eu é que não vou discutir com uma pessoa "teimosa"... rsrsrs

M.Claudia Cornalgia Marques disse...

Olá Mara...

Vira e mexe eu dou uma sapiada no seu blog...e adoro sua vista, vista do seu ponto..rs!

Então a primeira impressão foi meio assustador, por conta do mito de Escorpião, porém após entender um pouco mais sobre a simbologia zodiacal, me senti protegida e resguarda, qse blindade pelo Ascendente..rs.

A natureza aparentemente fragilizada de peixes com ascendente escorpião foi uma boa combinação, no jogo das possibilidades do universo, me sinto agracida !

Um bju

Mara disse...

M. Claudia, é bem por aí... O Ascendente em Escorpião dá o filtro necessário à "esponja" Pisciana. E espanta os tubarões, rsrs