13 de jun de 2009

A estranha mania de ter fé na vida... - Júpiter


No hemisfério sul estamos nos dias finais do outono. À medida que os dias se tornam cada vez mais cinzentos, nosso otimismo parece desbotar, também. Nestas horas é de suprema importância que saibamos manter acesa a chama da esperança.

Sim, eu sei que as coisas parecem ir de mal a pior, e que basta abrir o jornal para não ter a menor vontade de sair de casa, quanto mais levantar da cama. Eu sei que é difícil não se deixar dominar pelo medo.

Mas é impossível estudar astrologia e não compreender que tudo na vida age em ciclos. Por mais severo que seja o inverno, a primavera sempre retorna. E por mais deprimente que o inverno possa ser, ele tem uma finalidade na ordem geral das coisas (mesmo que não possamos compreendê-la no momento).

Tudo é uma questão de perspectiva. Não importa o quão difícil seja a situação, sempre há algo a aprender, algo a agradecer.

Dentro de cada um de nós, a chama da fé tem um nome: Júpiter.

É ele que nos possibilita enxergar as coisas por uma perspectiva diferente, que mantém o nosso otimismo sempre renovado, que nos lembra de, simplesmente, ter fé.

Em algum lugar de seu mapa, você tem esta energia à sua disposição. Por mais que você tropece ao longo do caminho, sempre poderá contar com esta área de sua vida para reavivar sua esperança.

Portanto, quando você se encontrar nos seus momentos particulares de escuridão, procure por esta força dentro de si mesmo. Procure lembrar que tudo tem um objetivo, que tudo é temporário, e que mesmo o sofrimento aparentemente mais insuportável um dia será também apenas uma memória.

A vida se renova todos os dias. E cabe a você, se não decidir que caminhos trilhar, ao menos escolher como vai trilhá-los.

Título: referência à canção Maria, Maria, de Milton Nascimento e Fernando Brandt.
----------------
Partilhe suas experiências: Onde está Júpiter em seu mapa? Que atividades restauram sua esperança?
-------------------
Você quer fazer seu mapa astral? Preencha e envie o formulário "Fale com Mara", no alto da coluna à direita, solicitando maiores informações.

7 comentários:

Carol disse...

Oi Mara,

Eu tenho Júpiter em Sagitário na casa 4. Todas os sagitarianos que conheço são bem alegres e expansivos, então com relação a esse signo é isso que eu sinto. É por aí? Um signo que procura algo na relação com os outros?? Não sei..

Mara disse...

Oi, Carol, Júpiter é o regente de Sagitário (como se fosse o "dono" do signo). Portanto, Sagitário é um signo otimista, porque tem as qualidades de Júpiter. Na casa 4, é dentro de casa, com a família, que você encontra estas qualidades.

Carol disse...

Legal!
Obrigada!

Laura disse...

Obrigada.

Mara disse...

Laura, você é sempre bem vinda.

Laura disse...

Olá,

Meu Júpiter está em PEixes (queé meu signo) na casa 10... Isso me leva a me sentir em paz e renovada quando lido com a Espiritualidade. É meu refúgio, parar tudo e meditar...

Ah, o "obrigada" foi quanto ao texto, li-o logo no início do dia e, como sempre, achei-o inspirador.

Abraço!

Mara disse...

Laura, você encontrou a melhor maneira para expressar seu Júpiter! E como ele está na casa 10, com certeza você age como um exemplo para muitas pessoas...